Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 



Clarice

Essa grande e inumana galinha
Roberto Correa


Vomita tudo de vez, querida.
Nada no íntimo
Só uma contração do hiato
E ardência de coca-cola.....

 

Sem essa de sins assim no meu ouvido
nãos na contramão do meu desejo
faz as unhas no meu pedicuro de Vênus

 

Deixa sair...., meu bem,
O azedo da carência
Respira, respira, respira....

 

Cruza as pernas daquele jeito que eu gosto
Por baixo da saia florida
um grande susto epifânico

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse texto foi publicado no plástico bolha nº13: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br