Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


Poema autofágico narrativo visceral

João Villela

 

A dentista levou meu siso,
mas deixou um naco de gengiva meio solto
entre seus pontos imprecisos.
O pedaço se soltou. O que fazer?
Engoli.
Eu não tenho gosto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse texto foi publicado no plástico bolha nº14: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br