Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


por Ana Chiara

 

Iracema

 

Não quero sugar todo o seu leite
Nem quero você enfeite do meu ser


Caetano Veloso

 

 

não me enganas
cadela nas minhas tetas
abanas o rabo para o português
na paisagem selvagem
das letras
e toda beleza fútil
de um amor inventado
tramas
dramas
marco histórico
dorzinha da mulher à-toa.

 

 

 

 

 

 

 

Esse texto foi publicado no plástico bolha nº15: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br