Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 

 


Nesta edição, propusemos um desafio poético em cima da hora. Inspirados pelas manifestações que ocorreram por todo o país nos últimos meses, decidimos não ficar de fora, e convocar nossos leitores-colaboradores a botar também a boca no trombone, ou melhor, o lápis no papel! Assim, para esta edição, fizemos uma seleção de escritos de autores especialmente convidados para figurar lado a lado dos participantes da coluna. Confira os textos abaixo, mas sem violência.

Para a próxima edição, seguimos desafiando nossos talentosos leitores a compor um palíndromo de qualquer tamanho. Uhu!

Envie sua frase de trás para frente para
desafio@jornalplasticobolha.com.br

Manifesto
Eduardo Leão Teixeira Quentel


A voz reprimida rompeu a inércia.
Juventude partida se uniu em orquestra;
E gritou aos políticos que a fartura acabou.
O congresso tremeu, e pensou e votou.
Sem união força não há!
A hora é essa — reformas já!


 

 

 



Esse texto foi publicado no plástico bolha nº34: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br