Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


Amor viúvo

Mariana V. Medeiros


O tempo passa e a saudade
teima em trazer recordações.
Seus pedidos de sexo
sussurrados em meus ouvidos
suas mãos cobrindo
minhas curvas de carícias
seu corpo pesando
em cima do meu
nos levando ao êxtase.
Ah, meu amado,
até quando esse amor viúvo
destroçará meu coração?
Tu, com ternura
responderias mais uma vez
usando a palavra mágica
do nosso amor: toujours.

 



Esse texto foi publicado no plástico bolha nº34: download PDF

 

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br