Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


XIII

Otávio Campos


um gato preto cruza
uma rua preta de um mundo
inexistente


um mundo preto
tão/tal que não há
qualquer negativação ou superstição


sendo o gato um gato apenas
sem uma luz que o ofenda e
o rebata em parede vizinha
de tamanho superior à sua figura


uma criança não chora com a
imagem do monstro no seu quarto
o gato não se arrepia
não se permite
não se fragmenta


é sua própria sombra
cruzando a madrugada.



Esse texto foi publicado no plástico bolha nº35: download PDF

 

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br